Vacina essencial para garantir saúde da mamãe e o bebê

Vacina essencial para garantir saúde da mamãe e o bebê

31 de julho de 2019 0 Por ABC Design Brasil

As vacinas são uma parte importante de uma gravidez saudável. Eles ajudam a proteger você e seu bebê contra doenças graves.

Algumas doenças são particularmente prejudiciais para mulheres grávidas e seus bebês e podem causar defeitos congênitos, parto prematuro, aborto e morte. Muitas destas doenças podem ser prevenidas através da vacinação.

É importante saber quais as vacinas que você precisa antes, durante e depois da gravidez.

Importância das vacinas antes da gravidez

É melhor garantir que todas as suas vacinas de rotina estejam atualizadas antes de engravidar. Isso é importante porque algumas vacinas não podem ser administradas durante a gravidez, mas fornecem proteção importante.

Por exemplo, a vacina contra sarampo, caxumba e rubéola não deve ser administrada durante a gravidez, mas a infecção por rubéola durante a gravidez pode causar aborto espontâneo e sérios defeitos congênitos. Se você está planejando engravidar, fale com seu médico sobre as vacinas que você pode precisar.

Também é uma boa ideia certificar-se de que todos em sua casa estejam atualizados com suas vacinas. Isso ajudará a proteger seu bebê diminuindo a chance de os membros da família contraírem uma doença e a passarem para o bebê.

Isto é especialmente importante porque os bebês não começam a receber vacinas até os dois meses de idade e a maioria das vacinas requer mais de uma dose. Isso significa que os recém-nascidos são especialmente vulneráveis ​​a doenças. Mesmo que você não consiga receber certas vacinas durante a gravidez, é seguro que outras pessoas em sua casa recebam vacinas de rotina.

Vacinas recomendadas durante a gravidez

1 – Vacina da gripe

Recomenda-se que todas as mulheres grávidas, em qualquer estágio da gravidez, consigam a vacina contra influenza (gripe) para se protegerem e seus recém-nascidos. As mulheres grávidas devem receber a vacina contra influenza inativada (administrada por injeção).

O que é gripe?

Influenza, muitas vezes chamada de gripe, é uma infecção das vias aéreas superiores causada pelo vírus da gripe. Influenza se espalha facilmente de pessoa para pessoa através de tosse, espirros ou ter contato face a face. Para gestantes saudáveis, a influenza pode causar doenças graves e levar à hospitalização e até à morte.

Por que a vacina contra influenza é recomendada durante a gravidez?

Influenza (gripe) pode ser muito grave para mulheres grávidas. Mudanças normais que acontecem em seu corpo durante a gravidez, como mudanças no sistema imunológico, fazem com que você fique mais propenso a ficar realmente doente por causa da gripe e ser hospitalizado.

A vacina contra influenza é recomendada e oferecida gratuitamente para mulheres grávidas. Conseguir a vacina contra influenza durante a temporada da gripe ajudará a proteger você e seu bebê.

Influenza também pode ser prejudicial para o seu bebê. Quando você recebe a vacina contra influenza durante a gravidez, pode passar anticorpos protetores para o seu bebê que podem ajudar a proteger seu bebê por vários meses após o nascimento.

Isto é importante porque os bebês podem ficar realmente doentes por causa da gripe, mas não podem receber a vacina até os seis meses de idade. Se você não recebeu a vacina contra influenza durante a gravidez, você deve recebê-la assim que possível após o parto, de preferência antes da alta hospitalar.

Qual é o melhor momento para obter a vacina contra influenza?

A vacina contra influenza (gripe) é recomendada e oferecida gratuitamente para mulheres grávidas durante a estação da gripe. Para melhor proteção, você deve ser imunizado assim que possível durante a temporada de influenza.

A vacina contra influenza é segura na gravidez?

As mulheres grávidas devem receber a vacina contra influenza inativada (administrada por injeção). Há boas evidências para mostrar que a vacina contra influenza (gripe) inativada é segura para mulheres grávidas e seus bebês.

Onde posso obter a vacina contra influenza?

Durante a temporada da gripe, a vacina contra influenza está disponível nas unidades de saúde, em alguns consultórios médicos e na maioria das farmácias. Converse com seu médico para mais informações.

2 – Vacina contra coqueluche

Recomenda-se que todas as mulheres grávidas tomem a vacina contra coqueluche (tosse convulsa) em todas as gestações para ajudar a proteger o bebê após o nascimento. A vacina contra coqueluche é administrada como vacina contra tétano, difteria e coqueluche.

O que é coqueluche?

A coqueluche é uma infecção grave das vias aéreas causada pela bactéria pertussis. Pode causar complicações como pneumonia (uma infecção dos pulmões), convulsões, danos cerebrais e morte. A coqueluche é mais perigosa em bebês.

Por que a vacina contra coqueluche é recomendada durante a gravidez?

Os bebês não começam a tomar a vacina contra coqueluche até completarem dois meses. A melhor maneira de proteger seu bebê contra coqueluche e suas complicações durante os dois primeiros meses de vida é tomar a vacina por conta própria.

Quando você pega a vacina contra coqueluche, seu corpo produz anticorpos protetores. Anticorpos são proteínas produzidas pelo organismo para ajudar a combater doenças. Você pode passar alguns desses anticorpos para o seu bebê através da sua placenta antes do nascimento. Esses anticorpos ajudarão a proteger seu bebê contra coqueluche durante os primeiros dois meses de vida. É quando o seu bebê corre o maior risco de contrair coqueluche e de ter sérias complicações, mas é muito jovem para ser vacinado.

Qual é o melhor momento para obter a vacina contra coqueluche?

O melhor momento para obter a vacina contra coqueluche é entre 27 e 32 semanas de gravidez. Isso permite que você passe os anticorpos protetores para o seu bebê. No entanto, a vacina pode ser administrada mais cedo e pode ser fornecida até o parto. Converse com seu médico sobre o tempo.

A vacina contra coqueluche é segura na gravidez?

A vacina contra coqueluche é muito segura para mulheres grávidas e seus bebês.

Onde posso obter a vacina contra coqueluche?

Atualmente, a vacina contra coqueluche não é oferecida gratuitamente a mulheres grávidas. Ela pode ser adquirida na maioria das farmácias e clínicas. Converse com seu médico para mais informações.

Vacinas que podem ser recomendadas durante a gravidez:

Em certas situações, outras vacinas podem ser recomendadas durante a gravidez.

Alguns exemplos:

A vacina contra hepatite B – é recomendada para mulheres grávidas cujo trabalho, estilo de vida ou histórico de saúde as coloca em alto risco de serem infectadas com hepatite B. Seu médico lhe informará se você precisa da vacina contra hepatite B.

As vacinas contra hepatite A – meningocócica e poliomielite podem ser recomendadas para mulheres grávidas que viajam para áreas do mundo onde essas doenças são comuns. Informe o seu médico se você estiver viajando fora do Brasil durante a gravidez.

Segurança de vacinas durante a gravidez

Vacinas inativadas são geralmente seguras na gravidez. No entanto, as vacinas vivas (por exemplo, as vacinas contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora (varicela)) geralmente não devem ser administradas durante a gravidez porque não se comprovaram que sejam seguras para mulheres grávidas e seus bebês.

Seu médico pode lhe dizer quais vacinas são recomendadas para você e quais vacinas são mais seguras durante a gravidez.

Depois da gravidez

Se você não encontrou algumas vacinas antes ou durante a gravidez, é importante obtê-las o mais rápido possível após o nascimento do bebê. Isso ajudará a proteger você e seu bebê, diminuindo a chance de você contrair uma doença evitável por vacina e transmiti-la ao seu bebê. Ele também irá garantir que você está protegido em futuras gestações. É seguro receber vacinas logo após o nascimento, mesmo que você esteja amamentando.

Essa matéria lhe foi útil? Fique por dentro de outras informações valiosas relacionadas a você e ao bebê no nosso blog, que tem conteúdo novo toda semana!