Por que é importante fazer a higiene do bebê corretamente?

Por que é importante fazer a higiene do bebê corretamente?

28 de agosto de 2018 2 Por ABC Design Brasil

A higiene do bebê é muito importante para mantê-lo confortável e para garantir um bom desenvolvimento. Por se tratar ainda de um ser tão dependente, cabe aos pais os cuidados básicos com a criança. No entanto, muitas mães se sentem inseguras, principalmente ao terem o primeiro filho.

Para ajudar a entender como é importante fazer a higiene do bebê corretamente, preparamos este post para explicar tudo para você. Após a leitura, você certamente se sentirá mais preparada para agir adequadamente com a sua criança. Confira!

A relação da higiene do bebê com a prevenção de doenças

Ao seguir os hábitos de higiene com o seu bebê, você contribui para que muitas doenças fiquem bem longe de sua casa. Muitas enfermidades, por exemplo, estão relacionadas com água contaminada, como é o caso da diarreia.

Seguindo algumas regras simples, você pode alcançar benefícios para a vida toda. Veja algumas medidas para manter em dia a saúde de toda família!

Alimentação

Quem for preparar o alimento dos pequenos deve verificar todas as condições de higiene. Lavar bem as mãos antes do preparo de cada refeição reduz o contágio de doenças infecciosas.

É muito importante observar se os utensílios estão limpos antes da preparação de cada prato. Além disso, higienize as frutas que serão servidas ou usadas nos sucos naturais.

Higiene pessoal

Ao cuidar da própria higiene, as crianças vão aprendendo também pelos bons exemplos vistos. Desde bebê, eles observam tudo em sua volta e aprendem sobre os cuidados básicos. Até a fase de autonomia, por volta dos 6 anos de idade, cabe aos adultos orientar para reforçar as atitudes saudáveis dos pequenos:

  • tomar banho todos os dias;
  • lavar com frequência as mãos com água e sabão;
  • manter as unhas cortadas e limpas;
  • escovar os dentes após cada refeição.

No ambiente

O ambiente em que o bebê vive deve ser cuidado para manter longe possíveis vírus e bactérias. Para isso, utilize o aspirador de pó para retirar toda a poeira de cortinas, sofás e do colchão utilizado pelo bebê.

Como muitas pessoas vão querer visitar você para conhecer o recém-nascido, redobre a manutenção de limpeza da casa.

Cuidados para uma limpeza adequada no bebê

Agora, passaremos aos cuidados específicos com a criança nas diversas situações no dia a dia. Falaremos também sobre os produtos mais adequados para a pele sensível do pequeno. Acompanhe!

Troca de fralda

A troca de fralda deve ser feita sempre que ela estiver molhada. Em recém-nascidos, o recomendável é trocar após cada mamada. Ao limpar o bebê, você deve usar algodão umedecido com água morna para fazer a higiene do bumbum.

É importante manter a limpeza sem usar lenço umedecido nas duas primeiras semanas de vida do seu filho, uma vez que ele é ainda ser muito novo e a medida ajuda a evitar o aparecimento de reações alérgicas ao produto.

Asseio das orelhas

Apesar de os bebês serem tão delicados, as mamães precisam dar atenção especial na higiene de cada parte do corpo do filhote.

Para tirar as sujeiras da parte de trás da orelha e das dobras, use cotonetes. Mas atenção para não limpar dentro do ouvido da criança. A cera é uma proteção natural que todos nós temos.

Higiene Bucal

Você não precisa esperar os dentinhos começarem a nascer para iniciar a higiene bucal. Os cuidados com a saúde bucal do pequeno começa bem cedo, após cada mamada. Para isso, providencie uma fraldinha umedecida com soro fisiológico e passe em toda gengiva do bebê.

Ao atingir os 2 meses de vida, a limpeza passa a ser uma vez ao dia e inclui também o céu da boca. Quando os dentinhos começarem a nascer, higienize com cotonete molhado. A partir dos 18 meses, a criança já deve usar escova e creme dental sem flúor.

Existem também bons produtos no mercado que podem auxiliar nesse momento:

  • luva de cuidado oral –– além de ajudar na limpeza, o filhote se diverte com o formato de bichinho da luva;
  • escova de dentes de cabo curto –– facilita o encaixe da mão ainda pequena da criança e faz a iniciação dos hábitos de higiene;
  • massageador de gengiva –– para usar nos recém-nascidos.

É importante também levar a criança a uma consulta com odontopediatra logo após surgir o primeiro dentinho. Começar desde cedo cuidando da saúde bucal é a chave para evitar doenças futuras.

Limpeza do umbigo dos recém-nascidos

A limpeza do umbigo requer atenção e cuidados especiais, mas nada para temer ou se preocupar. Use um cotonete umedecido em álcool 70% e passe na base e na parte de cima do umbigo. Não coloque nada para tapar a região. O local precisa ficar arejado e livre de pressão.

Desinfecção dos utensílios do bebê

A limpeza dos utensílios usados pelo bebê também merece atenção. Afinal de contas, os pequenos estão passando pela fase em que tudo é colocado na boca. Para evitar contaminações, lave os brinquedos com água e sabão. Mamadeiras, chupetas e copinhos devem ser fervidos todos os dias.

Na banheira, passe álcool 70% e não esqueça de limpar o tubo de drenagem para não acumular sujeira.

Banho

O banho é muito importante para que a criança fique limpa de todas as impurezas. Assim como o ritual do sono do bebê, o recomendado é que o momento do banho também seja uma rotina, ou seja, sempre realizado no mesmo horário. Previamente, deixe tudo organizado:

  • trocador de fralda;
  • roupinhas;
  • fraldas;
  • pomada para assadura;
  • produtos de higiene.

Além disso, lave bem as próprias mãos antes de pegar o bebê para o banho. Como ainda a criança está com o seu sistema imunológico em desenvolvimento, as mamães precisam dar atenção especial a esse momento e observar:

Temperatura

Verifique com o cotovelo a temperatura da água, que deve está morna. O local do banho também precisa ser livre de corrente de ar.

Limpeza antes de colocar na água

Limpe o bumbum para retirar qualquer resíduo de sujeira e de outros produtos que possam contaminar a água.

Uso de produtos na hora do banho

Nas duas primeiras semanas o ideal é não usar nenhum produto. Após esse período, prefira o sabonete neutro, líquido e glicerinado. Em relação aos cabelos, use xampus próprios indicados para cada fase. Já os condicionadores devem ser colocados somente nas pontas dos fios.

Caso esteja muito frio ou a pele da criança esteja ressecada, peça orientação ao pediatra para indicar um hidratante.

Por fim, vale reforçar ainda que, apesar de ter muitos detalhes, fazer a higiene do bebê é algo gratificante. Além disso, com a prática diária, você ganha mais experiência e ainda fortalece os vínculos afetivos.

Em caso de dúvidas, recorra sempre ao médico e não falte às consultas regulares do pediatra de seu filho.

Então, gostou do nosso artigo? Tem outras sugestões sobre o assunto? Deixe um comentário. Queremos muito conhecer sua opinião sobre a importância da higiene no bebê. Até a próxima!