Filhos gêmeos: 5 cuidados especiais para se ter após o nascimento

Filhos gêmeos: 5 cuidados especiais para se ter após o nascimento

19 de junho de 2019 0 Por ABC Design Brasil

Imagine você, como mamãe de primeira viagem, receber a notícia de que terá filhos gêmeos! Apesar de a alegria ser em dobro, a preocupação e o medo de não conseguir lidar com dois recém-nascidos também é dobrada. Sem falar da angústia de achar que não vai saber diferenciá-los.

Contudo, não há necessidade para ansiedade, pois com companheirismo do seu parceiro, amor, carinho e muito planejamento é possível encarar esse momento com muita tranquilidade.

Para isso, será preciso organização para que a chegada dos bebês seja só felicidades, e não conturbada.

A seguir, separamos algumas dicas valiosas para passar por este desafio da melhor maneira possível. Veja só!

1. Monte o enxoval

Neste post, falaremos sobre os cuidados que você deve ter com os filhos gêmeos após o nascimento. No entanto, antes de entrar nesse assunto, é preciso ressaltar um aspecto muito importante e que facilitará muito a sua vida: o enxoval.

Uma dica é tentar preparar tudo até a 32ª semana, pois gêmeos costumam nascer antes do previsto.

Como serão dois pacotinhos de amor, é necessário que a maior parte dos itens seja em dobro, mas não todos. Alguns itens em que não há necessidade de comprar mais de um são:

  • escova ou pente de cabelo;
  • termômetro;
  • trocador (você não trocará as fraldas de ambos ao mesmo tempo);
  • guarda-roupa e cômoda (basta investir em um modelo único que seja um pouco maior);
  • babá eletrônica;
  • álbum.
  • porta-fraldas.

Entretanto, não há como fugir de alguns itens que devem ser utilizados pelos dois bebês e que, portanto, precisam ser comprados pares ou maiores quantidades.

O primeiro deles é o bebê conforto, que por lei precisa ser usado desde o momento em que os recém-nascidos deixarem o hospital.

Depois, é preciso atentar ao carrinho, que pode ser tanto em modelo duplo, próprio para gêmeos. A bolsa também deve ser individual, assim como o canguru.

2. Diferencie os filhos gêmeos

Certamente, o medo de não saber diferenciar os gêmeos está entre os principais receios das mamães. Há quem diga que as mães sabem distinguir os pequenos simplesmente pelo cheiro, peso ou até mesmo pelo tipo de choro.

Afirmações como essas podem acabar preocupando ainda mais aquela que não consegue identificar tais particularidades com rapidez.

Então, é preciso ressaltar que não tem nada de errado confundir os filhos gêmeos, pois o cansaço pós-parto, a rotina atribulada e os filhos idênticos podem deixar dúvidas em qualquer um.

A diferenciação dos seus filhos por ser feita por roupas diferentes, ou pequenos acessórios, como roupinhas, cor da chupeta ou até mesmo pulseiras com identificação.

Outra dica é sempre ter uma lista com os afazeres de cada bebê. Assim, não corre o risco de amamentar a mesma criança duas vezes, enquanto a outra fica sem se alimentar.

Isso não precisará ser feito por muito tempo, pois conforme vão crescendo, os filhos gêmeos começam a apresentar diferenças claras, inclusive na personalidade.

3. Elabore um cronograma diário

O segredo para que a chegada dos bebês seja tranquila é organização e planejamento. Essas duas palavras podem evitar diversos equívocos e contratempos, como confundir horário de medicação ou amamentação.

Como dito, é de boa prática fazer uma lista, ou seja, um cronograma diário com tudo que esteja relacionado aos gêmeos. O seu checklist funcionará como um calendário para gerir a vida dos dois.

Com o passar do tempo, tudo costuma ficar mais simples e fácil, porém, nos primeiros meses é bom se precaver para não fazer confusões.

Para ajudar nessa tarefa, você pode contar com aplicativos para o seu celular e de seu parceiro, ou lembretes colocados na geladeira ou em locais de fácil visualização. Também não se esqueça de anotar sobre as consultas médicas e de organizar o calendário de vacinas de cada um.

4. Tenha atenção na amamentação

A amamentação é um assunto delicado, pois as crenças dos mais antigos e a cultura que temos, por vezes, fazem as mulheres acreditarem que esse é um processo que toda mãe deve ter condições de fazer.

Isso acaba causando grandes frustrações em algumas mamães, principalmente aquelas de primeira viagem. Afinal, nem todas as mulheres conseguem amamentar de primeira, ou produzem leite o suficiente. É preciso desmistificar tais pensamentos arcaicos.

Atualmente, as mães podem contar com bancos de leite, bicos que são colocados para ajudar na sucção daqueles bebês que não conseguem fazer o movimento de chupar, e por aí vai.

O que queremos dizer com isso é que você deve tentar relaxar durante a amamentação e deixar as preocupações de lado, pois a sua tensão pode interferir na alimentação dos pequenos.

Para amamentar filhos gêmeos é importante que você encontre a forma que se sente mais confortável e que percebe que é o suficiente para os dois, pois nem sempre o que funciona com o outro dará certo para vocês.

Por exemplo, existem mães que preferem fazer a amamentação em duas vezes, isto é, um bebê de cada vez, já outras preferem fazer isso com os dois ao mesmo tempo.

Também há filhos que se adaptam melhor a uma mama, já outros não têm preferência. Então, pratique a observação e veja o que melhor encaixa na rotina.

Além disso, tenha atenção, pois em hipótese alguma você deve interromper a mamada na tentativa “economizar leite” com receio de não ser o suficiente para os dois.

produção do seu leite é influenciada pela sucção dos pequenos, então, quanto mais eles mamam, mais você produzirá.

5. Sempre aceite ajuda

Lidar com um bebê não é tarefa fácil, mas cuidar de filhos gêmeos é um desafio ainda maior. Portanto, é importante que tanto você quanto o pai não tenham receio de aceitar ou de pedir ajuda, principalmente de familiares mais próximos, como os avós dos pequenos.

Não se sinta mal por precisar de apoio, pois nenhuma mãe consegue abraçar o mundo sozinha, sendo que isso somente trará esgotamento físico e emocional.

Então, se precisar, peça auxílio nos momentos de dar banho, de ir ao médico ou até mesmo nas tarefas de casa. Para que você tenha energia e saúde o suficiente para cuidar dos dois, é fundamental que descanse e que tenha uma alimentação saudável.

Ter filhos gêmeos é receber aprendizados em dobro. É dar e receber amor em dupla e é ver dois pedacinhos seu crescerem saudáveis e felizes.

Por mais que o cansaço bata, certamente será um momento muito especial para a sua nova família. Para isso, não se esqueça do acompanhamento médico e de descansar!

A moleira também é um assunto bastante delicado, pois é preciso cuidado nos primeiros meses. Continue a sua leitura no nosso post sobre os cuidados que você deve ter com a moleira.