Como lidar com o nascimento dos primeiros dentes do bebê

Como lidar com o nascimento dos primeiros dentes do bebê

12 de agosto de 2019 0 Por ABC Design Brasil

O nascimento dos primeiros dentes do bebê costuma trazer muitas dúvidas e, às vezes, até insegurança para os pais, principalmente os de primeira viagem. Normalmente, ele acontece entre os 4 e 10 meses de idade, mas também pode surgir em outras épocas.

Como a criança pode apresentar alguns sintomas, a preocupação é natural. A boa notícia é que, com certos cuidados, é possível manter o bebê saudável e auxiliá-lo nessa fase que costuma ser incômoda.

Esse é um momento importante do desenvolvimento do bebê, e deve ser aproveitado pelos pais. Pensando nisso, preparamos este post explicando como lidar com esse nascimento da melhor forma. Continue lendo e confira nossas dicas!

Quais são os sintomas do nascimento dos dentes?

Nem sempre os primeiros dentes do bebê causam sintomas graves, mas é bem comum que essa nova fase se manifeste de alguma forma. Por isso, é importante que os pais fiquem atentos, para adotar os cuidados necessários e auxiliar a criança. As principais ocorrências são:

  • inchaço e sensibilidade na gengiva;

  • irritabilidade;

  • falta de apetite;

  • baba em excesso;

  • vontade de roer ou mastigar muito as coisas;

  • falta de apetite;

  • dificuldade para dormir;

  • sono agitado.

Febre e diarreia também são constantemente relacionados ao nascimento dos dentes, mas ainda não existe uma comprovação científica sobre isso. Assim, o mais importante nesses casos é procurar o pediatra, para verificar se o bebê está com alguma doença. Lembre-se: quando o assunto é saúde, vale a pena tomar todo o cuidado.

Como lidar com esse nascimento dos primeiros dentes do bebê?

Como dissemos, ao notar qualquer indício de que os primeiros dentes estão nascendo, é preciso adotar alguns cuidados para manter o bebê saudável. O primeiro deles, de fato, é acompanhar a evolução e, em caso de dúvidas, consultar o pediatra. Além disso, podemos citar outras práticas que garantem a saúde bucal da criança.

Cuide da higienização

Os primeiros dentes (normalmente, os da frente) devem ser higienizados com um paninho macio e limpo, umedecido com água — a mesma prática que é recomendada desde antes da erupção dos dentes. Nesse momento, não é preciso usar creme dental ou outros produtos.

Caso o bebê comece a babar em excesso, fique de olho para que ela não se acumule no rosto da criança, pois pode causar irritações e brotoejas. Além disso, como nessa época os pequenos querem morder e colocar tudo na boca, mantenha sempre bem limpos todos os objetos a que ele tem acesso.

Procure um dentista

Um cuidado importante para garantir o melhor desenvolvimento do seu filho é procurar um dentista desde o nascimento dos primeiros dentinhos, ou a partir dos 6 meses de idade — o que acontecer primeiro.

Ele é quem vai avaliar o desenvolvimento desses dentes e indicar as melhores práticas de higienização, inclusive os produtos mais adequados. Esse é um cuidado fundamental, já que é preciso controlar a quantidade de flúor ingerido de acordo com a idade da criança.

Como aliviar o desconforto do bebê com os dentinhos?

Infelizmente, a erupção dos primeiros dentes pode causar desconfortos no bebê. Nesse momento, os pais costumam ficar preocupados em aliviar esses sintomas e deixar a criança mais confortável. Então, para ajudar você nessa tarefa, separamos algumas dicas a seguir.

Ofereça mordedores

Os mordedores são desenvolvidos com materiais adequados para que o bebê os morda e mastigue sem riscos. Eles também contam com texturas que “massageiam” a área. Não se esqueça, porém, de que é preciso comprar sempre produtos de qualidade, aprovados pelo INMETRO.

Alguns modelos são feitos para irem à geladeira ou ao congelador por alguns minutos, antes de serem entregues à criança, porque o frio alivia a dor e a coceira. Só tenha atenção para que eles não fiquem gelados demais, o que pode causar mais desconforto.

Se você precisar de ideias para improvisar, temos uma incrível: dê ao bebê um pano que tenha ficado na geladeira ou umedecido com água gelada. As fraldas de boca, por exemplo, são ótimas para isso.

Massageie a gengiva

O desconforto causado no nascimento dos dentes costuma ser relacionado à gengiva, já que o dente precisa rompê-la. Para aliviar isso, você pode fazer massagens suaves nas áreas mais inchadas: lave bem a mão e esfregue o dedo no local que está incomodando a criança, friccionando a região.

Você também pode usar gazes ou paninhos limpos para auxiliar a massagem. Apesar de ser um alívio apenas temporário, essa é mais uma oportunidade de se aproximar mais do bebê, dando-lhe carinho e conforto.

Ofereça alimentos frios

Quando fazemos algum procedimento no dentista — uma extração dentária, por exemplo — é comum que eles receitem alimentos gelados e pastosos para ajudar a recuperação e aliviar as dores. A mesma regra vale para o nascimento dos primeiros dentes.

Só tenha atenção aos alimentos escolhidos: é comum associarmos as opções geladas a sorvetes, picolés e outros doces, mas é preciso observar a quantidade de açúcar, pois ela pode ser prejudicial.

Caso você já tenha iniciado a introdução alimentar do bebê, aposte nos alimentos frios, como purês de frutas, sopas frias e outras papinhas que podem ser servidas geladas. Para quem ainda está amamentando, uma opção bem comum e saudável é congelar um pouco de leite materno, quase como um picolé.

Dê atenção ao bebê

Como dissemos, o nascimento dos primeiros dentes do bebê é uma fase que pode causar incômodos e desconfortos. Por isso, aproveite essa fase para dar atenção e mantê-lo ocupado. Tente criar distrações e brincadeiras para que ele esqueça momentaneamente a dor e fique mais tranquilo.

É bem comum, inclusive, que os bebês fiquem mais “manhosos” nessa fase. Então, aproveite para ficar ao lado dele e lhe dar todo o carinho. Com certeza, sua criança vai se sentir mais segura recebendo o seu apoio!

Por fim, se essas dicas não forem suficientes, procure o médico. Ele poderá indicar analgésicos e outros produtos para aliviar os incômodos. Aliás, é fundamental frisarmos aqui que não se deve dar nenhum medicamento sem prescrição do pediatra, combinado?

Pronto! Agora você já conhece os principais sintomas, cuidados e dicas para lidar com o nascimento dos primeiros dentes do bebê. Não se esqueça de aplicar os cuidados de higiene e iniciar o acompanhamento com um dentista para manter a saúde bucal do seu filho sempre em dia.

Gostou do nosso post? Sobrou alguma dúvida ou conhece outras dicas para cuidar dos primeiros dentes do bebê? Deixe-nos o seu comentário e compartilhe com a gente a sua experiência!