Entenda os motivos do choro e saiba como acalmar um bebê

Entenda os motivos do choro e saiba como acalmar um bebê

2 de janeiro de 2019 0 Por ABC Design Brasil

 

Ter um bebê dentro de casa não é uma tarefa fácil: primeiro porque os bebês, principalmente os recém-nascidos, choram muito e segundo porque os pais nunca sabem ao certo qual é o motivo do choro. Essa situação deixa qualquer casal desesperado, afinal, nós queremos acabar com o desconforto dos nossos filhos.

Antes de mais nada, gostaríamos de acalmá-lo e dizer que não saber lidar com o choro do seu bebê não faz de você um pai ou mãe ruim. Isso é muito comum! Entretanto, uma vez que a única maneira que um bebê tem de se comunicar é por meio do choro, nós, pais, precisamos nos esforçar para entender o que está afligindo os nossos pequenos.

Neste conteúdo, nós ajudaremos você, leitor, a entender o que pode estar por trás do choro do seu filho e como acalmar um bebê. Continue a leitura!

Fome

A fome é o motivo mais comum para o choro dos bebês. Os bebês têm estômago muito pequeno, logo, não suportam uma quantidade grande de leite, por isso eles estão constantemente com fome. Quanto mais novo for o seu bebê, maiores são as chances de que ele esteja chorando de fome.

Felizmente, existem algumas formas de identificar o choro de fome. Se o bebê fica chupando as mangas de suas roupas, coloca a mão dentro da boca e só se acalma no colo da mãe, ele deve estar com fome. Não se desespere caso o bebê não pare de chorar mesmo após começar a mamar. Algumas crianças só se acalmam depois de sentir o estômago cheio, então dê um tempinho para o seu filho.

Sono

Os bebês precisam de muitas horas de sono, mas, ao contrário dos adultos, eles não conseguem simplesmente fechar os olhos e decidir que vão dormir. Alguns bebês conseguem, sim, dormir sozinhos, mas a maioria precisa da ajuda de seus pais para pegar no sono.

Os bebês ficam cansados facilmente. Eles ficaram exaustos quando recebem muitas visitas, passam de um colo para o outro ou quando saem de casa com muita frequência. Não se engane, o bebê não dorme melhor quando está cansado. Quanto mais cansado o seu filho estiver, mais irritado ele ficará e, portanto, não conseguirá dormir com facilidade, tampouco terá um sono tranquilo.

Quando o seu filho estiver inquieto, com os olhos inchados ou pequenos, bocejando e esfregando o rostinho, tenha certeza que ele quer dormir. Embrulhe o bebê em um cobertor bem quentinho para que ele se sinta seguro e confortável, comece a balançá-lo sem muita força e use sua voz para acalmá-lo, essa é a receita mágica para fazer um bebê dormir.

Fralda suja

Enquanto alguns bebês não se importam nem um pouco com a fralda suja, outros ficam enlouquecidos quando estão sujos de xixi ou cocô. Ficar horas sujo não deve ser nada agradável.

Quando o seu bebê começar a chorar muito e nada for capaz de acalmá-lo, lembre-se de checar a fralda. Na verdade, o correto é não esperar que ele chore para trocá-la, pois ficar muito tempo com fralda suja não faz bem para a saúde da criança. Tente perceber quando o seu filho está fazendo as suas necessidades, espere-o terminar e, logo em seguida, troque a fralda.

Barulho

Os pequenos se irritam com locais muito agitados ou barulhentos. Vale lembrar que cada criança é de um jeito, algumas acompanham os pais em festas e ficam quietinhas, outras começam a chorar só de ouvir o barulho da TV.

Se o seu filho é o tipo de bebê que detesta barulho e confusão, evite levá-lo para ambientes cheios. Caso você realmente necessite visitar um lugar mais agitado, procure um cantinho mais quieto para ficar com ele.

Cólica

A cólica é a vilã do sossego de muitos pais. Os bebês, principalmente os pequenos, sentem cólica, isso é supernormal. Os pequenos têm uma alimentação baseada em leite e é a digestão do leite que causa a famosa cólica.

O choro de cólica é aquele que não para por nada: você já tentou amamentar a criança, trocar a fralda, fazê-la dormir e nada do choro parar. A criança que fica se encolhendo e torcendo o corpinho geralmente está sentindo dor de cólica.

Tente captar os sinais de seu filho, pois há remédio para esse tipo de desconforto. Dê o medicamento receitado pelo pediatra logo no início da cólica para evitar que a criança sinta muita dor e chore descontroladamente.

Medo

Os bebês pequenos não gostam de ficar sozinhos, sejam soltos na cama, sejam sentados no carrinho. Eles preferem o conforto e a segurança do colo de seus pais. Os bebês um pouco mais crescidos já se acalmam só de ouvir a voz de uma pessoa conhecida. Uma coisa é fato, as crianças gostam de companhia e detestam se sentirem sozinhas.

Esse é o choro mais fácil de se lidar, basta segurar a criança no colo de forma bem apertada para que ela se sinta segura novamente.

Frio ou calor

A percepção de frio ou calor dos pequenos é diferente da nossa, afinal, nós já somos adultos. Então, não é porque você está sentindo calor que o seu bebê também está.

Evite colocar uma peça de roupa por cima da outra no bebê mesmo quando estiver frio. As crianças ficam incomodadas pois as roupas limitam os seus movimentos. Prefira cobri-los com uma manta quentinha, assim eles não sentirão desconforto. Já no verão, só tire as roupas do seu bebê se ele estiver suado.

Existem várias outras situações que podem provocar o choro de um bebê, como o surgimento dos dentinhos, febre, dor de ouvido, enfim, o choro pode significar várias coisas.

Os fatores que citamos são os mais comuns e os que mais causam choro. Mas cada criança se comporta de um jeito e você precisa conhecer o seu filho primeiro para entender o que o choro dele significa.

Por último, mas não menos importante, lembre-se sempre que para acalmar um bebê você tem que estar calmo também. Não se desespere, senão o bebê também ficará estressado. Encontrar a solução para o choro pode levar algum tempo, então procure ter paciência e serenidade.

Gostou das dicas deste conteúdo sobre como acalmar um bebê? O seu filho também chora muito? Deixe um comentário e compartilhe com a gente a sua experiência!