Acompanhe o desenvolvimento do bebê mês a mês

Acompanhe o desenvolvimento do bebê mês a mês

28 de novembro de 2018 0 Por ABC Design Brasil

Nos primeiros meses de vida, o desenvolvimento do bebê se dá de forma natural e contínua. Desde firmar a musculatura dos olhos até os primeiros passos, são momentos importantes e de grande felicidade para toda a família. É muito importante ficar atento a cada fase do crescimento a fim de poder acompanhar se está indo tudo bem.

Ao nascer, o bebê ainda está com muitos sistemas e capacidades em desenvolvimento. Esse crescimento é influenciado tanto por fatores internos da criança quanto pelos externos, como o estímulo que recebe dentro de casa e também os cuidados básicos recebidos.

A partir disso, confira a seguir quais são as fases do desenvolvimento nos primeiros meses de vida do seu filho. Acompanhe!

Primeiro mês

O primeiro mês é aquele que inicia a vida de um recém-nascido. Entre mamadas, trocas de fralda, choros e cochiladas, você perceberá algumas mudanças, crescimento e desenvolvimento de algumas habilidades e funções motoras. Veja a seguir como isso acontece.

Visão

Durante esse período, o seu filho ainda não tem controle sobre a musculatura dos olhos. Isso acontece porque a visão não é muito exigida durante a gestação, já que ele estava em um local escuro e seguro, então é um sentido que teve pouco desenvolvimento.

Recém-nascidos têm somente, em média, de 20 a 30 centímetros de alcance na visão, o que é relativamente a mesma distância entre o rostinho e o seio da mãe durante a amamentação.

No primeiro mês de vida de um bebê, o olhar dele é atraído por objetos que estão em movimento e tenham cores sólidas e constantes como branco e preto. Ainda falando sobre a visão, durante o desenvolvimento do bebê no primeiro mês, é normal que ele enxergue somente imagens duplas e embasadas, pois as retinas ainda não se uniram para que a criança tenha a capacidade de focar.

Somente por volta dos 6 meses que o seu filho terá a visão semelhante à de um adulto. Então, para ajudar o seu filho a desenvolver e estimular esse sentido, opte por colocar objetos e brinquedos coloridos, que se movam e que toquem musiquinhas perto do berço.

Audição

Em contrapartida, a audição de um bebê é tão boa e desenvolvida quanto a sua. Isso é possível porque esse sentido começa a ser formado já durante o quinto mês do período gestacional. Ainda dentro da barriga, o feto tem a capacidade de ouvir o coração da mãe, e é por isso que com já com três dias de nascimento o bebê consegue identificar a voz da mamãe.

Quando estiver para completar um mês, o pequeno já movimenta a cabeça em direção aos barulhos que ouvir e, em oito semanas, demonstrará mais interesse e preferência pela voz materna.

Paladar

Assim como a audição, o paladar já vem aguçado desde o nascimento. Logo nos primeiros dias, o bebê consegue diferenciar os sabores doces, amargos, salgados e ácidos, mas, normalmente, tem preferência pelo primeiro da lista.

Segundo mês

No segundo mês, o desenvolvimento do bebê é, em grande parte, voltado para aspectos afetivos e psíquicos. Então, se prepare pra ver o primeiro sorriso do seu filho! Além disso, ele começará a dormir por mais tempo. Confira algumas outras características desse período.

Visão

Durante o segundo mês de vida da criança, as duas retinhas se unirão, permitindo que o pequeno enxergue com mais nitidez e detalhamento e fixe o olhar nos objetos. Em virtude disso, começará a reconhecer as pessoas com quem tem mais contato

Musculatura e postura

O desenvolvimento do bebê no segundo mês permitirá que ele tenha mais força e controle sobre a musculatura, postura e movimentos. Com isso, aprenderá a ficar de bruços, virar o rosto, estender e inclinar o corpinho para frente e para trás e se movimentará menos bruscamente, ou seja, com mais controle sobre o corpo.

Terceiro mês

No terceiro mês de desenvolvimento do bebê, a curiosidade é quem domina, e a maneira que o pequeno encontrará para conhecer o mundo é levando tudo à boca. Então, prepare-se para redobrar a atenção com objetos pequenos e perigosos, pois tudo que ele encontrar, colocará na boca, inclusive as próprias mãozinhas. Além disso, perceberá outras grandes mudanças nesse período.

Coluna

A coluna dele estará mais ereta e forte, permitindo que o recém-nascido erga a cabeça, estique o tronco, movimente a cabeça mais precisamente em direção a objetos e sons e estique os bracinhos. Quando estiver sentado, conseguirá sustentar a cabeça, mantendo-a firme e, ao deitar de bruços, também conseguirá levantar a cabecinha.

Para ajudar no desenvolvimento dessas habilidades, você pode ficar à frente dele e balançar brinquedos em um nível mais alto do que a cabeça, estimulando que ele se erga ainda mais e que tenha melhor equilíbrio.

Sono

Se no segundo mês as horas de sono do pequeno aumentam, durante o terceiro período de vida esse tempo dobrará! Então, não se assuste se o bebê dormir por, em média, 16 horas. Isso acontece para que a criança não gaste muita energia, já que nessa fase o metabolismo estará uma loucura. Sendo assim, aproveite para descansar também.

Cérebro

A atividade cerebral do bebê ficará mais intensa, e as células do cérebro formarão novas sinapses. Em razão desse processo, em conjunto com a quantidade de novas informações, é normal que o bebê tenha uma espécie de blecaute. Além disso, começará a emitir alguns sons e balbucios, principalmente quando ouvir a voz dos pais.

Quarto mês

Aqui é o período que você colocará a suas noites de sono em dia, pois o bebê dormirá praticamente a noite toda. A boca continuará sendo a porta para o mundo, mas aprenderá a pegar os objetos com as mãos e abrir os dedinhos.

Outras novidades podem ser percebidas, como o choro quando o pequeno é deixado sozinho, o entusiasmo em brincar de esconde-esconde quando os familiares escondem o rosto nas mãos e o início da exploração do próprio corpinho.

Quinto mês

O desenvolvimento do bebê no quinto mês de vida é marcado pela habilidade de girar a cintura e jogar o corpo para ambos os lados. Isso demonstra que a musculatura está se fortalecendo ainda mais, permitindo que ele também comece a aprender a se sentar e a ficar de pé quando é segurado pela cintura. Além disso, será uma fase de grande agitação dos bracinhos e pernas, principalmente durante o banho.

Sexto mês

Ah! O sexto mês! Período marcado por sorrisos e risadas quando os pais e conhecidos estão por perto, quando o bebê já senta e tem total controle sobre a parte da bacia e torácica. No sexto mês, a força e controle da musculatura estão indo para as perninhas e, com isso, já consegue rolá-las sobre si e, o mais importante, as primeiras engatinhadas começam a ser ensaiadas.

No entanto, também é a fase em que o pequeno aprende a se debater, chutar, jogar os objetos e esfregar as mãozinhas. Para ajudar nessa fase, sempre deixe por perto brinquedinhos coloridos e que façam barulho. As bolinhas de plástico e sininhos infantis são ótimos estimulantes.

Além de criar um ambiente seguro e que estimule a aprendizagem do seu filho, é muito importante tomar algumas precauções, como o acompanhamento das vacinas e o banho de luz em bebês prematuros quando indicado por um médico. Dessa maneira, se torna imprescindível o acompanhamento regular de um pediatra de confiança.

O desenvolvimento do bebê envolve acontecimentos únicos e emocionantes para a família. Desde o momento de abrir os olhos até as primeiras roladas e engatinhadas, é preciso ter atenção e cuidados com o pequeno, pois os estímulos que recebe em casa fase poderão auxiliar ou retardar a aprendizagem do seu filho.

Além das vacinas, a higiene do bebê é essencial para mantê-lo saudável. Então, aproveite para conferir nosso artigo com dicas de como fazer a limpeza adequada do pequeno e utensílios.