Ações para incentivar a autonomia infantil

Ações para incentivar a autonomia infantil

6 de janeiro de 2020 0 Por ABC Design Brasil

Ensinar sobre a autonomia infantil também é uma das funções da família, mas isso nem sempre é uma tarefa simples. Por vezes, é mais fácil tomar a iniciativa de agir pela criança, mesmo que ela já seja capaz de fazer ou realizar uma ação. Esse fato é comum, pois instruir uma criança a ser independente é trabalhoso e realizar as tarefas por elas é muito mais prático.

Entretanto, estimular a autonomia da criança é essencial para o seu desenvolvimento pessoal e intelectual. Veja um pouco mais sobre a importância de incentivar a independência do seu filho e como fazer isso.

Por que é importante desenvolver a autonomia infantil?

Para que as crianças cresçam e possam viver bem em sociedade de forma independente, é preciso que elas aprendam como serem autônomas desde pequenas. Quando essa habilidade não é conquistada, é possível que a criança se torne um adulto inseguro, sem iniciativa própria e indeciso para tomar as próprias decisões.

O desenvolvimento da autonomia está relacionado à formação da personalidade do indivíduo e pode ser incentivado desde muito cedo aos pequenos. Veja abaixo com que idade é adequado exercitar a autonomia infantil.

Com que idade é possível estimular a autonomia?

Desde o segundo ano de vida é possível começar a incentivar os pequenos à independência. Obviamente, cada atividade de estímulo deverá ser adequada à capacidade cognitiva da criança. Por exemplo, aos dois ou três anos a criança já pode se alimentar sozinha, calçar sapatos simples e guardar seus brinquedos. Nessa fase os pais já podem iniciar os estímulos através de comandos simples para exercer essas atividades.

Dos três aos quatro anos é possível ensinar à criança a ir ao banheiro sozinha, separar suas roupas sujas das limpas e organizar os seus pertences na mochila. Aos quatro anos a criança pode ser estimulada a se vestir sozinha e realizar algumas tarefas domésticas.

Essas são só algumas das habilidades que as crianças possuem de acordo com a sua idade, contudo, elas podem ser incentivadas à autonomia de diversas maneiras. Acompanhe a leitura e veja outras dicas para estimular a autonomia do seu filho de forma geral.

Como incentivar a independência na infância?

Não faça as tarefas que seu filho pode executar sozinho

Entender que as crianças evoluem rapidamente e compreender quais são as habilidades adquiridas em cada fase de seu desenvolvimento pode fazer com que os pais entendam quando o suporte é realmente necessário. As crianças adoram aprender e amam mostrar que adquiriram determinado conhecimento. Por isso, é preciso estar atento aos sinais que os pequenos dão de que estão prontos para tal atividade.

Uma ponderação importante é que muitas crianças deixam de ser mais independentes por medo, mesmo que inconscientemente, de se afastarem dos seus pais. Dessa forma, é preciso demonstrar confiança para o seu filho, possibilitando que ele entenda que sempre terá o seu apoio e atenção.

Ensine a criança a cuidar de si e de seus pertences

Ensinar cuidados básicos, como se vestir, se alimentar e guardar seus objetos são maneiras de incentivar à criança a ser mais independente. Ter um animal de estimação também pode ser uma opção para conceder maiores responsabilidades ao seu filho.

Faça com que a criança aprenda com seus erros

Mostre ao seu filho que é errando que se aprende e conceda a ele novas oportunidades de fazer e acertar. Faça a criança refletir sobre o seu erro e buscar uma solução para tal situação.

Dê espaço para a independência, mas supervisione sempre

Ensinar a autonomia deve ser um trabalho supervisionado, principalmente para que a criança perceba a presença da autoridade e se sinta segura para desempenhar determinada atividade. Ensinar a ser independente é também estar por perto para guiar os passos dos pequenos sempre que for necessário.

Permita que a criança reflita sobre a consequência de seus atos

Quando uma criança consegue entender a consequência de uma ação é possível desenvolver o seu senso de responsabilidade por determinada atitude. Refletir sobre as consequências faz com que os pequenos entendam a importância de seguir regras e desenvolvam internamente o seu discernimento sobre o assunto, o que também trabalha a sua autoestima e autonomia.

Apesar de ser uma tarefa árdua, incentivar a autonomia infantil é um exercício essencial que deve ser constante e de acordo com cada fase do desenvolvimento do seu filho. Por isso, esteja sempre estimulando a independência do seu pequeno para que ele se torne um adulto mais seguro e confiante de sua capacidade.